Vile Design Agencia Digital Campinas | Recepcionista-robô com a cara da atriz
2022
post-template-default,single,single-post,postid-2022,single-format-standard,ajax_updown_fade,page_not_loaded,qode-page-loading-effect-enabled,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,vss_responsive_adv,vss_width_768,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-13.2,qode-theme-bridge,qode_advanced_footer_responsive_1000,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive

Recepcionista-robô com a cara da atriz

Natural de Hong Kong, o inventor e designer gráfico Ricky Ma sempre sonhou em construir o próprio robô depois de crescer consumindo filmes, desenhos e livros sobre o assunto. E a realização veio agora: aos 42 anos, ele fabricou do zero e instalou uma androide recepcionista na porta de sua própria casa.

Ele levou um ano e meio no projeto e gastou cerca de US$ 50 mil. O robô se chama Mark 1, o nome de uma das armaduras do Homem de Ferro, aquela toda cinza e rústica que Tony Stark constrói em cativeiro. O rosto foi modelado com base em um atriz de Hollywood que Ricky quis deixar em segredo, mas não tem jeito: ela é a cara de Scarlett Johansson, voz do filme “Ela” e a Viúva Negra nos filmes da Marvel.

Natural de Hong Kong, o inventor e designer gráfico Ricky Ma sempre sonhou em construir o próprio robô depois de crescer consumindo filmes, desenhos e livros sobre o assunto. E a realização veio agora: aos 42 anos, ele fabricou do zero e instalou uma androide recepcionista na porta de sua própria casa.

Ele levou um ano e meio no projeto e gastou cerca de US$ 50 mil. O robô se chama Mark 1, o nome de uma das armaduras do Homem de Ferro, aquela toda cinza e rústica que Tony Stark constrói em cativeiro. O rosto foi modelado com base em um atriz de Hollywood que Ricky quis deixar em segredo, mas não tem jeito: ela é a cara de Scarlett Johansson, voz do filme “Ela” e a Viúva Negra nos filmes da Marvel.

O robô faz pequenos movimentos de braços, pernas e cabeça, além de conseguir se curvar levemente. O maior nível de detalhes fica nas expressões faciais: o robô responde a elogios com sorrisos, por exemplo, e pode até dar uma piscadinha.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O esqueleto do robô foi impresso em 3D (70% de todo o corpo do androide veio dessa técnica), enquanto a pele é de silicone. Ricky não conhecia várias técnicas de programação, modelagem e impressão, mas aprendeu tudo sozinho para realizar o próprio sonho. Ele foi muito questionado durante o procedimento, mas não desistiu. Até agora, a construção é somente um hobby, mas ele espera que um investidor surja e encomende mais unidades.

Fonte(s)

Reuters/Venus Wu

No Comments

Post A Comment